Call Center (92) 3194-2150 | 3194-2151 | whatsapp (92) 99378-1642

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.

Responsabilidade Ambiental

A Amazônia possui uma diversidade de espécies de plantas que servem de abrigo para vários animais, que dependem direta ou indiretamente delas. Muitas espécies de insetos, mamíferos e aves se alimentam de folhas ou frutos. Outras, como os carnívoros, se alimentam dos herbívoros, além de fungos e insetos, que se alimentam de plantas mortas em processo de decomposição. Portanto, nenhuma forma de vida sobreviveria sem plantas, inclusive o homem.

Em Manaus, as áreas de florestas estão desaparecendo em ritmo acelerado, principalmente em consequência dos desmatamentos que vêm ocorrendo ao longo do tempo. O Condomínio Praia dos Passarinhos, localizado na área do Tarumã, em Manaus, é um bom exemplo de responsabilidade ambiental praticada pela Civilcorp. Trata-se de um empreendimento que mantém um remanescente florestal, que se destaca pela presença de diversas espécies de valor ecológico e econômico e de grande importância para a conservação.

A empresa realizou um levantamento de espécies, antes da construção do empreendimento há dois anos, que serviu para amenizar a pressão humana sobre a área, iniciativa que gerou um grande diferencial para a Civilcorp, que foi coordenado pela bióloga Ana Cristina Cordeiro, mestre em ecologia. Hoje, o Condomínio está apto a abrigar a presença humana, sem que para isso a natureza seja devastada.

Guia Florístico Praia dos Passarinhos

O Praia dos Passarinhos está localizado às margens do Rio Negro, vizinho à Área de Proteção Ambiental (APA) do Tarumã-Mirim. Esta APA é uma das que mais estão em risco de degradação na capital Amazonense. Todavia, após pesquisas na área de fauna e flora, além do levantamento arqueológico na região, patrocinados pela Civilcorp, o espaço verde encontra-se resguardado da degradação. Depois dos levantamentos exploratórios e descritivos da região, foi publicada a obra “Guia Florístico da Praia dos Passarinhos” que tem por objetivo apresentar à sociedade informações que contribuam para a valorização e conservação do meio ambiente urbano.

Hoje, o Condomínio se destaca pela presença de diversas espécies de valor ecológico e econômico. Trilhas ecológicas, orquidário e borboletário, serão implantados na área para valorizar ainda mais o meio ambiente.

RPPN – Reserva Particular do Patrimônio Natural

A criação da RPPN ( Reserva Particular do Patrimônio Natural) Sócrates Bonfim, situada no Bairro Tarumã, Manaus, AM a partir do Decreto Municipal nº 0152, de 8 de Junho de 2009, faz parte da estratégia adotada para garantir o acesso das gerações atuais e futuras aos recursos naturais da região. A reserva é uma categoria de Unidade de conservação de Proteção Integral, que tem como objetivo preservar a pesquisas científicas, atividades de educação ambiental, recreativas e turísticas.

A reserva protege 230.475,30 m2 de floresta densa com, aproximadamente, 100 espécie catalogadas, destacando-se a Guariúba, o Angelim, o Louro, a Copaíba, entre outras. A área abriga ainda várias espécies da fauna silvestre, dentre elas o primata Sauim-de-Manaus (saguinus bicolor), espécie endêmica e ameaçada de extinção, e o parauacú (pithecia pithecia).

Empreendimentos Civilcorp ganham gestão em área de preservação natural

inst-resp-ambiental-p1

A Associação Amigos do Tarumã, irá gerir área verde dos residenciais Civilcorp. A iniciativa da incorporadora, deve deixar nas mãos dos moradores do empreendimento Belvedere dos Pássaros a gerência da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), incentivando a conscientização ambiental.

Plano de Manejo RPPN Sócrates Bomfim

Os Planos de Manejo são documentos técnicos concebidos para orientar a conservação das riquezas naturais de certas áreas, como também as possibilidades de uso das mesmas sem riscos ou com estes minimizados.

Fotos_aereas-428

O Plano de Manejo deve assegurar a preservação da área onde foram definidas zonas, para as quais são determinadas as atividades e as normas que levarão ao funcionamento da Reserva Particular de Patrimônio Natural – RPPN como um todo. As atividades e normas da reserva foram agrupadas por afinidade e conteúdo em cada um dos programas temáticos do plano de manejo.

A Reserva Particular de Patrimônio Natural – RPPN “Sócrates Bomfim” é uma reserva de uso indireto, onde é permitida apenas atividades de pesquisa científica, de educação ambiental e de turismo ecológico e foi criada por iniciativa das empresas Civilcorp Incorporações Ltda. e S. B. Imóveis Ltda. A criação da reserva deve assegurar a proteção integral do ecossistema natural existente na área. Todas as atividades devem ser controladas e devidamente monitoradas quanto aos seus efeitos.

A partir dos estudos realizada por equipe técnica na área foram registradas diversas espécies da flora amazônica, como exemplares centenários de Piquiarana (Caryocar pallidum) e Leiteira (Brosimum sp), espécies de valor econômico e ecológico, destacando-se o cedrinho (Scleronema micranthum) e o patauá (Oenocarpus bataua). Ocorrem também muitas espécies representantes da fauna amazônica, dentre os diferentes grupos taxonômicos de mamíferos, aves, répteis e anfíbios.